bob-marleyUm resumo da história de Bob Marley. Robert Nesta Marley, o famoso Bob Marley, músico de reggae, um dos melhores de todos os tempos, cantor, guitarrista e compositor jamaicano.

A maioria do seu trabalho incluia a lida com os problemas dos pobres e oprimidos. Era também conhecido por “Charles Wesley dos rastafáris” pela fato com que colocava a religião através de suas músicas.

Bob Marley casou com Rita Marley, com quem teve 4 filhos, ao todo, foram doze filhos, sendo dois adotados. Dois de seus filhos Ziggy e Stephen Marley, continuaram o estilo musical de seu pai na banda Melody Makers; outro que também entrou para música foi Damian Marley, conhecido como Jr. Gong.

Bob Marley e o rastafári

Bob Marley era adepto da religião rastafári, influenciado por sua esposa, em suas ações e músicas demonstrava isso. Nas suas canções Marley falava sobre irmandade e paz para todo o povo. Antes de falecer com o nome de Berhane Selassie, o batizaram na Igreja Ortodoxa da Etiópia Marley defendia o uso da maconha, para ele tinha um sentido da comunhão, apesar de não ser um consenso geral entre os rastafáris. Na capa de Catch a Fire ele aparece fumando maconha.

Morte de Bob Marley

Em 1977, ele descobriu através de uma ferida no dedão do pé, que tinha câncer de pele, melanoma maligno. Os médicos queriam amputar seu dedo, mas ele negou, devido a suas suas convicções religiosas, e por vez se preocupava com a amputação. pois iria repercutir em sua dança. A doença não foi a púbico, e ele morreu em 11 de maio de 1981.

Sendo que um mês antes de seu falecimento, recebeu ordem de mérito da Jamaica, pela sua contribuição cultural no país.