Conheça uma das espécies de pássaros mais bonitas do Brasil o Canário Belga. O canário Belga é uma espécie de pássaro que tem atraído muitos produtores no Brasil para venda, participação em exposições ou mesmo para apreciação de seu canto. Ele é uma espécie de canário que teve seu nome caracterizado na Bélgica, mas que tem sua origem, assim como outros canários, nas ilhas canárias.

Atualmente existem cerca de 400 variedades de cores da ave, mas a amarela é a mais comum de ser encontrada e comercializada. O canário Belga apresente em sua fase adulta um tamanho entre 14 e 15 cm que vão de seu bico até a ponta de sua calda; cabeça estreita, pernas longas e plumagem lisa.

Ele pode ser criado para comercialização, mas muitas pessoas gostam de criar canário Belga para ter o som de seu canto como forma de relaxamento em seus lares.

Como criar canários Belga

A criação da espécie não requer muito espaço e não necessita de autorização do IBAMA, devido à ave não ser nativa. Mas existem certos cuidados quanto ao trato e a saúde da ave, pois ela pode facilmente desenvolver problemas respiratórios, mas que se tratados adequadamente, são curados e a ave volta a ter sua saúde restaurada.

Um casal da espécie pode ser criado em gaiola separada, que pode ser de arame galvanizado que deve ter suporte para bebedouro e comedouro que são encaixados na parte de fora, e deve ser fixa a uma distância de pelo menos 2 centímetros da parede.

O chão da gaiola deve ter uma bandeja móvel que pode ser recoberta com jornal e deve ser limpa diariamente, para evitar o acumulo de sujeira e a proliferação de doenças.

Dentro da gaiola deve ter uma grade removível para separar o macho da fêmea, que deve ser aberta apenas na época de cruzamento. As fêmeas botam ovos 3 vezes ao ano, que geram em média 4 filhotes por época, e a época de maior procriação fica entre os meses de Agosto a Dezembro.

Reprodução e alimentação do canário Belga

As fêmeas Canário Belga da espécie gostam de fazer seus ninhos, e o ideal é colocar fios de estopa ou anilagem na gaiola, e após o nascimento dos filhotes, que demora em torno de um mês, o ideal é trocar o ninho para evitar o surgimento de fungos ou piolhos.

Par alimentar os canários mantenha 3 comedouros, pois eles gostam de variar nas refeições, que podem ser ovo cozinho, couve, almeirão, alpiste ou ração balanceada, que é mais recomendada para as crias, e são deixadas no comedouro para que as fêmeas comam e regurgitem para seus filhotes.