Home » Arquitetura » Hidráulica » 5 dicas para escolher tubos e conexões CPVC, PCR, PPR ou PEX

5 dicas para escolher tubos e conexões CPVC, PCR, PPR ou PEX

Saiba quais são os tipos de tubos e conexões hidráulicas mais utilizados na construção de casas e apartamentos, e como optar pela melhor escolha.

24/02/2014 07h33m. Atualizado em 13/03/2015 19h52m por:

 

Como escolher tubos e conexões 001

Quando construímos uma casa, é muito importante que cada detalhe da obra seja planejado com bastante antecedência, para que no futuro não tenhamos dores de cabeça com reparos e manutenções a todo instante.

E uma das áreas que merece um destaque especial é a escolha dos tubos e conexões hidráulicos, seja para distribuição da água fria ou quente, do sistema de esgoto, ou mesmo para um sistema de gás encanado.

Esta escolha deve ser feita através de um bom planejamento, e por isso separamos neste artigo algumas dicas que vão lhes ajudar a fazer uma boa escolha para construir ou reformar seu imóvel.

Como escolher tubos e conexões 1

Aprenda como escolher seu tubo e conexões

Quais os tipos de tubos e conexões?

Atualmente existem 3 tipos de conexões que são muito utilizados para montagem da parte hidráulica de casas e apartamentos, e que veremos a seguir em detalhes:

Como escolher tubos e conexões 3

Aprenda como escolher os melhores tipos de conexões

CPVC (Policloreto de Vinila Clorado)

São popularmente conhecidos como tubos de PVC, e estão presentes na maioria das residências. São muito utilizados na tubulação de água fria ou esgoto, e podem ser unidos através do processo de soldagem com adesivo próprio (uma cola que une duas partes do tubo) ou mesmo com um sistema roscável, com o uso de fita veda rosca.

Sua principal característica é seu preço mais acessível, porém, necessitam de maior mão de obra e um trabalho maior na alvenaria quando ocorrem vazamentos, já que para reparos no encanamento é necessário fazer um buraco de pelo menos 50 cm em paredes ou no chão.

Como escolher tubos e conexões 2

A escolha dos tubos e conexões ajudam muito em sua obra

PCR ou PPR(Polipropileno Copolímero Random)

É um sistema de tubos mais resistente que o PVC, e que é caracterizado pela junção dos tubos através do sistema de termofusão molecular, ou seja, quando as duas partes do tubo são aquecidas, elas se unem entre si, formando uma peça única e sem emendas.

São muito eficientes, principalmente pela alta resistência a pressão da água, tanto quente ou fria, ou mesmo em tubulações de gás. E o reparo das peças pode ser feito de forma muito mais rápida, já que é necessário um buraco muito menor, para entrada do aparelho de termofusão e a realização dos reparos necessários.

Como escolher tubos e conexões 4

No mercado existem diversos tipos de conexões e tubos

PEX(Polietileno Reticulado)

Uma tubulação inovadora, semelhante a uma mangueira de borracha, mas que é feita entre uma junção de 5 camadas, sendo que a camada interna é composta por alumínio, o que garante a passagem de líquidos ou gazes com mais eficiência do que as tubulações convencionais.

Os tubos PEX oferecem muitas vantagens na hora da instalação, como a de serem muito resistentes as altas temperaturas, a dilatação da água congelada, a corrosão química e aos impactos. E por serem muito flexíveis, podem ser instalados em sistemas de distribuição através de conduítes, e com isso sua troca se torna muito mais vantajosa e sem a necessidade de quebras na alvenaria.

Como escolher tubos e conexões 5

Tubos e conexões são de extrema importância, pois uma escolha mal feita pode prejudicar toda obra

Como acertar na hora da escolha de tubos e conexões para minha casa

Na hora de escolher os melhores tubos e conexões hidráulicos para sua casa, você deve levar em conta a leveza do material, sua resistência a pressão da água e também sua forma de aplicação, tanto na hora da instalação como em manutenções futuras.

Outro fator importante a se observar é que os tubos tem que ser fabricados segundo normas rígidas de controle e segurança do material, e que garantem a homologação do produto aqui no Brasil, para uso em todos os tipos de construções. Estas normas devem estar descritas no corpo dos tubos, e podem ser consultadas no site da ABTN – Associação Brasileira de Normas Técnicas.

E dentre as tubulações mais utilizadas na atualidade destacamos uma combinação entre os tubos PPR, devido a sua praticidade e seu baixo custo de instalação e manutenção, em combinação com terminais de PEX, que são ideais nos ramais secundários da obra (torneiras da pia, da lavanderia ou da área de serviço, dentre outros.).

Aprendeu como escolher tubos e conexões para sua obra?

 
 

 
Comente via Facebook!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *