Home » Seu Lar » Saúde » Creatina (creatinina): Efeitos e Cuidados com Seu Uso

Creatina (creatinina): Efeitos e Cuidados com Seu Uso

A creatina é produzida por nosso organismo de maneira natural e quanto maior a taxa de massa muscular maior sua produção. Aprenda mais!

28/05/2009 20h10m. Atualizado em 01/11/2011 11h42m por:

 

creatina creatinina Creatina ou Creatinina normalmente é produzida uma taxa constante pelo nosso organismo, quanto maior a massa muscular, maior a taxa. É através do exame de creatina no sangue que os médicos avaliam a função renal. Nosso organismo produz creatina naturalmente para ter energia. A maioria dos indíviduos produz cerca de 2g dessa substância diáriamente, o que é suficiente para ter um bom equilíbrio. Os músculos são constituídos por aproximadamente 70% de água. A creatinina facilita a entrada de água nas células musculares, proporcionando-lhes volume.

Ela é encontrada principalmente na musculatura esquelética, mas também em outros tecidos, como no coração, no cérebro, na retina e nos espermatozóides.

Produção da Creatina – Atualmente para ganhar massa muscular as pessoas tem usado um suplemento alimentar a creatina. Como mencionamos acima a creatinina é produzida pelo nosso organismo, fígado, pâncreas por meio da ação dos aminoácidos ( moléculas que formam as proteínas) arginina, glicina e metionina e que podemos encontrar em alimentos como carne vermelhas e peixe.

Efeitos da Creatina

Nosso organismo produz essa substância naturalmente, se sobrecarregar com esse suplementos, em vez de trazer benefícios, teremos os efeitos colaterais como: náuseas, diarréia, desconforto estomacal e tontura. Ainda são desconhecidos os efeitos a longo prazo, mas os fabricantes desse suplemento alertam que o excesso pode sobrecarregar rins e fígado assim como a Fluoxetina, uma vez que que ela permite a drenagem de uma quantidade considerável para dentro das células.

creatina creatinina

Creatina - Efeitos

Para aproveitar alguns suplementos que contenham a creatina, temos que levar em consideração um monitoramento médico e exames de rotina, como também:

– A quantidade a se usada ( baixa ou alta)
– Período de uso ( pequenos ou londos)
– Circunstância de sua utilização ( suplemento devido a treinamento ou competição)
– Modalidade de esporte ( esforço físico, intermediário ou cíclismo)
– Tipo do atleta que ira utilizar

Atenção sobre creatina – Antes de tomar qualquer suplemento seja, creatina ou outra qualquer, deve-se procurar um profissional da saúde: nutricionista ou médico especializado em nutrição esportiva, para avaliar se estamos aptos a utilizar, quantidade diária e tempo de útilização.

 
 

 
Comente via Facebook!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *