Home » Seu Lar » Saúde » Escoliose: Entenda o tratamento, seus tipos e o diagnóstico

Escoliose: Entenda o tratamento, seus tipos e o diagnóstico

A escoliose é muito comum entre homens e mulheres do mundo inteiro, confira seu tratamento e como descobrir a mesma.

25/11/2011 19h44m. Atualizado em 10/06/2015 16h35m por:

 

Tratamento, dicas e como descobrir a escoliose. Não é raro encontrar pessoas ao longo de um dia de trabalho reclamando de dores na coluna, principalmente aquelas pessoas que trabalham sentadas e em ambientes como escritórios, consultórios ou recepção.

E aqui vale um alerta para todos, além de uma má postura durante o dia de trabalho, esta dor pode ser causada por um problema de saúde chamado de Escoliose.

O que é Escoliose

A escoliose é um desvio do eixo vertical da coluna, onde ela fica torcida para algum lado e com uma ligeira inclinação. Este desvio pode ser classificado como:

Escoliose

Coluna com escoliose em “S”


• Idiopático: onde não há uma causa definida;
• Pós traumático: ocorre após um trauma que o paciente sofre, como uma queda ou acidente;
• Neuro muscular: sequelas de distúrbios neurológicos;
• Por doenças congênitas ou infecciosas: como mal de Pott, um tumor ou a síndrome de Marfan, entre outras.

A escoliose crônica não tem uma causa definida para seu surgimento, e pode acontecer em todas as idades da vida; ela geralmente vem associada à má postura, porém, esta má postura pode ser sinal que algo não anda bem com a saúde do paciente.

Como detectar a Escoliose

A escoliose pode ser observada por pais e professores na fase da infância e adolescência através dos seguintes métodos:

• Quando se observa a criança de costas, verificar se um ombro esta mais alto que o outro, ou se tem algum desvio perceptível da coluna;
• Observando a postura quando a criança esta sentada ou de pé fica deslocada sempre para um mesmo lado;
• Se há um encurtamento de uma perna em relação à outra, isto geralmente é observado quando a calça junto aos pés não esta no mesmo nível ou quando é necessário fazer uma bainha de uma perna maior que a outra;
• Com a criança se dobrando para frente, observar se as costas têm um lado mais elevado que o outro; ou um ombro ou toda área do ombro esta mais elevada em um dos lados; ou mesmo se a área lombar tem uma elevação maior em um dos lados em relação ao outro.

Escoliose2

Altura da escoliose na coluna

Estes são alguns dos sintomas que podem ser observados pelos pais e professores, mas o ideal, em caso de suspeitas, é ir a um ortopedista, que realizará exames para constatação da escoliose.

Tratamento Escoliose

E quando o ortopedista diagnosticar o surgimento de escoliose no paciente, dependendo do grau em que ela se encontra, ele poderá recomendar algum dos seguintes tratamentos para escoliose:

Escoliose1

Coluna normal x coluna escoliótica


• Exercícios de correção postural: que podem ser indicados por uma fisioterapeuta e podem ser realizados pelo paciente no consultório e em casa;

• Coletes: este colete pode ser usado para correção postural, e seu uso geralmente é por um longo tempo e não é algo muito confortável de se usar;

• Natação: a natação também é muito recomendada, pois, além da correção postural, trás muitos benefícios a saúde;

• Tratamento cirúrgico: a cirurgia só é recomendada em casos onde nenhum tratamento de Escoliose surtiu resultados satisfatórios, e a escoliose já esteja em um estado muito avançado e causa incômodos muito grandes na vida do paciente, como fortes dores.

Fica dica para tratar da escoliose

Em caso de dúvidas, consulte um médico ortopedista ou um fisioterapeuta para que ele possa recomendar o melhor tratamento para você ou alguém de sua família que esteja sofrendo de escoliose.

Vale lembrar para você que trabalha muitas horas na frente de um computador ou que permanece o dia todo sentado, que é importante corrigir sua postura todo tempo, pois é natural relaxar na frente de algo interessante e se esquecer dos riscos que a má postura pode lhe causar ao longo dos anos.

E a cada hora levante-se e de uma volta, nem que seja para ir buscar um copo de água, isso já ajudará a movimentar seu corpo e evitar dores futuras.

O Dr. Juliano ensina como tratar a escoliose:

 
 

 
Comente via Facebook!

2 Comentários em Escoliose: Entenda o tratamento, seus tipos e o diagnóstico

  1. ANTONIO ONOFRE LOPES JUNIOR disse:

    Adorei o conteudo, gostaria se possivel enviar em meu e-mail tudo sobre coluna vertebral e suas patologias e correções através de exercicio especificos, meus parabens muito obrigado.

  2. Árlaci Pinheiro disse:

    gostei muito da explicação. Tenho escoliose e não sabia a dimensão do problema. Valeu pela explanação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *