Home » Decoração » Jardins e Áreas Externas » 2 tipos de hera em muros que não atraem insetos

2 tipos de hera em muros que não atraem insetos

Plantar hera no muro de casa atrai insetos? Saiba mais a respeito neste artigo, e veja quais os modelos de trepadeira mais usadas para cobrir muros de casa.

29/08/2014 10h33m. Atualizado em 14/03/2015 14h40m por:

 

Hera usada em muros atrai insetos 001

Uma das formas muito apreciadas para recobrir muros de casas em cidades grandes, e com isso evitar que estes tenham aquele visual sujo e desbotado com o passar dos anos, ou mesmo para evitar pichações indesejadas é com a utilização das plantas trepadeiras.

As trepadeiras fazem parte de um grupo de plantas que germinam do solo e ali vão desenvolvendo suas raízes. Porém, por não possuírem caule ou tronco necessitam se apoiar em uma estrutura para alcançar a luz do sol, ou mesmo para fugir de predadores naturais.

Trepadeiras para cobrir muros

Estas trepadeiras são muito apreciadas no paisagismo urbano, pois confere beleza e charme a fachada do imóvel. Elas podem ser encontradas em várias espécies originárias de várias regiões do planeta. E abaixo vocês conferem duas das espécies mais utilizadas para cobrir muros de casas em todo país:

A unha de gato (Ficus Pumila)

A unha de gato (Ficus Pumila)

A unha de gato (Ficus Pumila)

A Ficus Pumila, ou unha de gato como é popularmente conhecida, é uma trepadeira originária de várias regiões, dentre elas a Ásia, China, Japão e Vietnã, e muito utilizada no paisagismo urbano como forma de recobrir e proteger muros.

Ela oferece aos muros uma cobertura verde durante o ano todo, pois é bastante resistente ao inverno, e uma compactação ideal para tampar todas as brechinhas, o que a transforma em um tapete vertical muito elegante. Porém, ela requer podas periódicas para evitar que suas raízes fiquem grossas e acabem danificando a estrutura do muro e seus galhos fiquem desgrenhados.

Vale lembrar que no Brasil também temos a unha de gato (Uncaria tomentosa), uma planta da região da Amazônia, e que é bastante utilizada para fins medicinais.

A hera japonesa (Parthenocissus)

A hera japonesa (Parthenocissus)

A hera japonesa (Parthenocissus)

A Parthenocissus, que também é conhecida como hera japonesa ou falsa vinha, é outra espécie de trepadeira muito utilizada para recobrir muros aqui no Brasil, e que é originária de várias regiões, dentre elas Ásia, China, Coréia do Norte, Coréia do Sul e Japão.

Ela possui uma folhagem simples, brilhantes e com bordas serrilhadas, de forma semelhante às folhas de uma parreira, e que vão dos tons avermelhados na primavera, verdes no verão e dourados ou acobreados no outono. Porém, com a chegada do inverno as folhas secam e o muro fica com aquele visual de que as plantas morreram por falta de cuidados.

Hedera Helix, conhecida como hera inglesa, hera venenosa ou hera européia.

Hedera Helix, conhecida como hera inglesa, hera venenosa ou hera européia.

Mas o uso destas plantas nos muros de casa pode atrair insetos?

Se você utilizar uma destas duas espécies de trepadeira para cobrir os muros de sua casa pode ficar despreocupado quanto ao aparecimento de insetos indesejados, pois os insetos não gostam destas duas espécies, e não costumam se abrigar em suas folhagens.

Poda periódica é importante para evitar insetos.

Poda periódica é importante para evitar insetos.

Porém, é importante que as podas regulares sejam feitas, para evitar que aranhas se escondam atrás dos galhos mais avantajados ou folhagens em excesso, e que desta forma acabam atraindo outros insetos junto consigo.

Lembrete

Mas vale lembrar que outras espécies de trepadeira, como a Hedera Helix, conhecida como hera inglesa, hera venenosa ou hera européia, que é originária da Europa, Ásia, Norte Africano e Ilhas Canárias, poderão enfrentar problemas com o aparecimento de insetos, dentre eles besouros, lagartas e outras espécies deste tipo.

E o motivo é que estas plantas são caracterizadas por fazerem parte da forração de árvores externas, e por este motivo estão mais sujeitas ao aparecimento de insetos indesejados.

 
 

 
Comente via Facebook!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *