Neoclassicismo: Resumo, Esculturas e Pinturas

Um bom resumo sobre o Neoclassisismo no Brasil

 
 

Neoclassicismo 1

O Neoclassicismo foi um movimento surgido na Europa no século XVIII e em parte do século XIX. Ele defendia a ressurgimento da arte antiga, em especial a grego-romana, tida como modelo de equilíbrio, proporção e clareza.

Os neoclassicistas defendiam a utilização das técnicas e o uso do projeto, o desenho da obra, como foco para o início de uma pintura ou arquitetura. E associado a isto defendiam o discernimento do conhecimento da arte por meio de regras comunicáveis, que eram aprendidas nas escolas de arte. Eles também defendiam o resgate da cultura heroica e dos estilos festivos das decorações presentes nos tempos da Roma e da Grécia.

Esculturas Neoclassicistas

Na área das esculturas, o foco principal são grandes artistas de Roma, como Antonio Canova (1757 – 1822), autor de Teseu e o Minotauro e a sepultura do Papa Clemente XIV; Bertel Thorvaldsen (1770 – 1844), com esculturas feitas com ênfase no volume e ausência de movimento e luz; e John Flaxman (1755 – 1826), responsável pelas gravuras feitas para Ilíada e a Odisséia.

Neoclassicismo escultura

Pinturas Neoclassicistas

A pintura do movimento Neoclassicista é focada na França, de onde vêm valores éticos e morais surgidos da Revolução Francesa e que são seguidos pelas neoclassicistas. Os modelos clássicos ganham o estudo da sociedade, de seus valores e costumes, de situações cotidianas, da simplicidade dos trajes e da decoração utilizada na época.

Esta busca pelos padrões antigos caminha lado a lado com o pensamento de justiça e civismo, que é bem representado nas telas de Jacques-Louis David (1748 – 1825), que formou seu estilo através de viagens a Itália; e dos pintores franceses Nicolas Poussin (1594 – 1665) e Claude Lorrain (1600-1682). As telas mais famosas da época seguem um estilo com traços firmes do contorno da obra, sem muitos detalhes e de maneira bem simples em suas composições.

E dentre elas estão O Juramento dos Horácios (de 1784) e A Morte de Sócrates (de 1787), entre outras.

Neoclassicismo pintura

Arquitetura Neoclassicista

Surgiu junto com a Revolução Francesa, a Revolução Industrial e o aumento da burguesia, que demandaram novas escolas, hospitais, edifícios públicos, museus, etc. que ganharam o estilo racionalista das estruturas Neoclassicistas.

Estas arquiteturas modernas colocaram em prática os desejos napoleônicos de projetos ambiciosos, como a construção do edifício em forma esférica Casa dos Guardas Campestres. O estilo também foi fundamental para que se formasse o estilo burguês imperial, que ficou característico da época e se fez presente principalmente na rua Rivoli e no Arc Du Carrousel, em Paris.

Neoclassicismo 2

Neoclassicismo no Brasil

O estilo Neoclassicista fez parte de vários lugares da Europa, e teve sua participação no Brasil através das obras de grandes artistas, entre eles Nicolas Taunay (1755 – 1830), e Debret (1768 – 1848).

E podemos ver algumas obras da arquitetura Neoclássica aqui no país como a antiga Alfândega, que hoje é a Casa França-Brasil, e o Solar Grandjean de Montigny.

Neoclassicismo Casa França-Brasil

 

 
Comente via Facebook!

Um comentário em Neoclassicismo: Resumo, Esculturas e Pinturas

  1. Bia farias disse:

    Está arte São muito bonitas ainda mas o neoclassicismo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>