Home » Seu Lar » Saúde » O que fazer para evitar estrias na gravidez

O que fazer para evitar estrias na gravidez

Existem alguns cuidados que poderão ajudar à amenizar estrias na gravidez

22/11/2018 08h14m. Atualizado em 19/11/2018 12h55m por:

 

As estrias são o “inimigo número um” das mulheres grávidas.
No final da gravidez, o crescimento do bebê provoca o estiramento da pele. Do terceiro ao oitavo mês, aumenta o nível de hormônios. Isso gera a retenção de água, diminui a nutrição dos tecidos e acarreta o aparecimento das estrias.

Para amenizar esse problema procure massagear o corpo, principalmente a barriga com hidratantes à base de óleo de semente de uva ou óleo de amêndoas.

estrias na gravidez

Faça uma drenagem linfática, a massagem que ajuda a eliminar as toxinas e ainda combate a retenção de líquidos que estendem o tecido dos seios e é muito comum na gravidez, mas antes consulte seu médico ginecologista para ver se pode fazer o procedimento.

Dê beliscões bem suaves com o óleo de semente de uva na região da barriga, pelo menos uma vez por dia, pode ser durante o banho. Fazendo isso você vai irrigar melhor a derme que é a camada intermediária da pele.

Tente não engordar demais durante a gravidez. O ideal é ficar entre nove a doze quilos.

Diminua a ingestão de alimentos calóricos, diminua o consumo de doces e gorduras. Procure fazer uma dieta rica e balanceada, como proteínas, vegetais e frutas a vontade. As vitaminas C e A são muito eficazes nessa fase.

Durante a gravidez toda mulher deve ingerir pelo menos três litros de água por dia. Fazendo isso vai melhorar o funcionamento do organismo e o aspecto da pele.

Pratique esportes e exercícios moderados, podem ser natação, caminhada e ginástica localizada.

Dicas após o parto

Após o parto procure fazer uma microdermoabração com jatos de cristais, essas aplicações podem ser feitas após um mês do nascimento do seu bebê.

Aplique creme à base de ácido retinóico assim que parar de amamentar e não fique exposta ao sol.

A mesoterapia não deve ser feita enquanto você estiver amamentando, porque os medicamentos podem ser absorvidos e prejudicar o desenvolvimento do feto. Mas é aconselhável após o término da amamentação e somente deve ser aplicada por um dermatologista.

Obs: Tudo que foi mencionado acima, deve ter aprovação do médico que assiste a grávida, tanto na gravidez como após a mesma.

 
 

 
Comente via Facebook!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.