Home » Seu Lar » Pensão alimentícia: Aprenda qual idade, valor e se a ex-mulher tem direito

Pensão alimentícia: Aprenda qual idade, valor e se a ex-mulher tem direito

A pensão alimentícia e a guarda dos filhos esta dentro da lei, cabe aos pais entrarem em acordo.

12/11/2008 17h10m. Atualizado em 17/03/2014 18h46m por:

 

De acordo com a especialista em Direito de Famma, a guarda mais comum no Brasil é a unilateral, em que um dos pais é o guardião (em 92% dos casos a guarda é da mãe) e o outro tem o direito de visitar os filhos e acompanhar sua educação. O entendimento atual é que a melhor forma de guarda dos filhos compartilhada, que proporciona o bem estar da criança (esse é o objetivo) e, em geral, é benéfica para ambos os pais.

pensao alimenticia2

Pensão alimentícia

Pensão Alimentícia

Usual é que se pague pensão para os filhos até que completem 18 anos ou  até que terminem a faculdade. O valor da pensão alimentícia varia de acordo com as necessidades dos filhos e as possibilidades do pai ou da mãe. O pagamento cessa automaticamente no fim do prazo definido.

Mas existe uma recente orientação do Superior Tribunal de Justiça para que o pai consulte judicialmente seu filho sobre a necessidade de continuar pagando a pensão alimentícia. Se o filho provar no processo que realmente precisa da pensão, caberá ao juiz decidir pela manutenção do pagamento ou seu término.

pensao alimenticia

O Juiz irá determinar o melhor valor para seu filho

Ex-mulher pode receber pensão

A ex-mulher pode receber pensão alimentícia se comprovar que não tem como se manter sem a colaboração do ex-marido, for incapacitada para trabalhar ou apresentar outros motivos que justifiquem sua solicitação. O valor a ser pago deve ser o suficiente para que ela mantenha um padrão de acordo com sua condição social.

 
 

 
Comente via Facebook!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *