Home » Seu Lar » Produtos » Vinhos Chilenos no Brasil

Vinhos Chilenos no Brasil

03/11/2018 08h47m. Atualizado em 05/11/2018 00h24m por:

 

Os vinhos chilenos ganham respeito mundial e por trás deste sucesso estão anos de pesquisas da uva e a busca por melhores safras.

Os vinhos do Chile ganham destaque no mundo por sua qualidade e pelos diversos estilos, aromas e sabores. O momento, comemorado especialmente no Brasil, é resultado de vários fatores que seguem desde a natureza até o trabalho dos produtores que buscam a fabricação de vinhos cada vez mais interessantes e que transmitam a verdadeira expressão das uvas.

A Associação Vinhos do Chile relataram segundo seus números, que as exportações de vinhos engarrafados chilenos ao Brasil somaram em 2011 US$ 89 milhões e 3 milhões de caixas de nove litros com altas de 26,5% em valor e de 13,2% em volume em comparação com 2010. A participação dos vinhos chilenos no mercado brasileiro chega a 32% em valor e a 36% em volume.

vinho chileno

Hoje especialistas afirmam, que o Chile é o país da América Latina que possui os melhores vinhos tintos elaborados com a uva Cabernet Sauvignon, alguns, já incluídos na lista dos melhores rótulos do mundo. Os vinhos tintos de outras uvas, especialmente a Merlot, também são aperfeiçoados a cada nova safra.

vinho chileno de 30 a 50

O grande progresso dos vinhos tintos feitos com Merlot pôde ser visto após a uva ter sido oficialmente separada da Camenère, cepa de origem francesa. A Carmenère, produzida nos mesmos vinhedos de Merlot até a década de 90, foi levada por engano aos vales chilenos e já era considerada extinta quando resultados de estudos concluíram que uma antiga variedade da uva estava sendo cultivada inadvertidamente, misturada com pés de Merlot. A uva é hoje uma das mais importantes do Chile.

vinhos chilenos 1

Os vinhos brancos, particularmente os elaborados com as uvas Chardonnay e os Sauvignon Blanc, sem destaque até cerca de uma década atrás, também melhoraram substancialmente. Outras uvas que passaram a apresentar bons resultados e chamar a atenção dos brasileiros foram a Syrah, encontrada em diversos Vales do Chile e a Pinot Noir, que está se dando bem nas regiões mais frias do país.

O inseto não esperou a fabricação.

Merlot, Carmenère, Cabernet Sauvignon e outras uvas européias foram levadas para o Chile em meados do século XIX, antes da praga da floxera que quase arrasou os vinhedos europeus. O inseto afetou folhas e raízes, sugando a seiva das plantas. Protegido pelas condições geográficas e climáticas. O Chile não conheceu a praga e as raízes de suas videiras são originais, algumas centenárias.

 
 

 
Comente via Facebook!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.