Home » Seu Lar » Saúde » 6 dicas do que pode ou não entrar no cardápio na quimioterapia

6 dicas do que pode ou não entrar no cardápio na quimioterapia

Quando se tem um problema como o câncer geralmente o tratamento com medicamentos receitados pelo médico podem fazer com que o seu sistema digestivo seja de alguma forma prejudicado.

27/04/2011 23h33m. Atualizado em 17/03/2015 16h37m por:

 

Quando se tem um problema como o câncer geralmente o tratamento com medicamentos receitados pelo médico podem fazer com que o seu sistema digestivo seja de alguma forma prejudicado, por essa razão é importante saber o que você pode ou não comer durante esse tratamento, um cardápio na quimioterapia, afim de auxiliar o mesmo e se curar mais rapidamente.

1-alimentacao quimioterapia

A seguir 6 dicas para se alimentar melhor

Em caso de não apresentar reações colaterais, pode manter a sua alimentação na consistência em que você está acostumado, variando ao máximo o cardápio nas seis refeições do dia pára evitar monotonia alimentar.

1. Ingerir muito líquido

Ingerir muito líquido nessa fase é fundamental para que você possa eliminar as toxinas dos medicamentos, por isso, a ingestão de água, sucos naturais e sopas é excelente. Só nesse período, não se pode consumir bebidas alcoólicas, por isso ela deve estar fora do cardápio em questão.

2. Consulte uma nutricionista

Antes de fazer a sua lista alimentar consulte um nutricionista, ele poderá ser de ajuda para adaptar a sua alimentação às suas necessidades do momento devido ao tratamento. Atente a detalhes como por exemplo:

3. Alimentos de fácil digestão

Alimentos de fácil digestão, sendo que assim você sente menos dificuldade no processo de digestão devido aos alimentos e aos medicamentos que ingere;

4. Divida suas refeições

Faça pequenas refeições durante o dia, seis são as ideais, mas cada pessoa tem as suas necessidades para se sentir saciada; Todo mundo tem gostos e preferências, por isso o melhor que você pode fazer é respeitar os seus dentro dos seus limites e das necessidades do tratamento;

5. Alimente-se devagar

Coma devagar, sempre mastigue muito bem os alimentos para que a digestão seja feita com maior facilidade;

6. Evitar odores

Evite ambientes que tenham odores, procure usar roupas de tecidos suaves e leves, e procure levar sua vida normalmente, se sentindo bem com si mesmo que é o mais importante para ter forças para se sair bem dessa situação. A sua auto estima é extremamente importante para que o tratamento seja bem sucedido, muito além do cardápio e o fato de você se sentir bem com si mesmo é fundamental para a sua saúde mental e emocional, que são fatores que podem influenciar em muito de forma positiva ou não na sua recuperação.

 

 
 

 
Comente via Facebook!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *