Rubéola: Sintomas, Tratamento e Prevenção

A rubéola ataca principalmente os tecidos do sistema nervoso e cardíacos, mas pode provocar também alterações ósseas.

21/10/2008 10h09m. Atualizado em 26/09/2011 17h31m por:

 
 

Aprenda sobre os sintomas, tratamento e prevenção da Rubéola. Aparecem como pequenas lesões avermelhadas, parecidas com as do sarampo, que geralmente começam na face e, depois, se espalham pelo corpo todo. O vírus da rubéola é transmitido pelas gotículas de saliva eliminadas quando o portador do vírus ou da doença fala, tosse ou espirra.

rubeola sintomas

Sintomas da Rubéola.

Não necessariamente essa pessoa fica doente e manifesta os sintomas da rubéola: febre, dor nas articulações, erupção cutânea e aumento de gânglios. Alguns sintomas iniciais podem ser confundidos com os sintomas da gripe comum, como febre e dor, porém fique atento e procure um médico.

A vacina contra a rubéola faz parte do calendário oficial de vacinação e proporciona uma proteção eficaz contra a doença.

A primeira dose deve ser ministrada às crianças no primeiro ano de vida. Os adultos, especialmente as mulheres, que ainda não entraram em contato com o vírus também devem tomar uma dose.

O vírus da rubéola tem a capacidade de provocar alterações nos tecidos em formação. Quanto mais cedo a gestante for infectada, maior será o dano para a criança.

rubeola brasi livreBrasil contra a Rubéola.

Conseqüências da Rubeola

Segundo a especialista, em geral, o vírus da rubéola tem predileção por tecidos do sistema nervoso e cardíacos, mas pode provocar também alterações ósseas.

A moleira da criança, que deveria se fechar com o tempo, permanece aberta e podem ficar abertos também os dutos do coração. A preferência do vírus da Rubeola pelo tecido nervoso também pode causar catarata, cegueira e microftalmia, problema no cérebro que pode causar ainda retardo mental. A microftalmia é um tipo de malformação dos olhos, que não crescem. São globos oculares pouco desenvolvidos, que não preenchem a fossa ocular.

 

 
Comente via Facebook!

Um comentário em Rubéola: Sintomas, Tratamento e Prevenção

  1. carla figueredo disse:

    a rubeola é muito mais grave do que eu imaginava…
    cresci, ouvindo e vendo as pessoas confudirem uma alergia qualquer com rubeola…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>